Seguro de carro: como funciona, franquia, como é calculado e outras dívidas

Tempo de leitura: 2 min

O seguro veicular ajuda e muito o condutor a evitar possíveis danos. Por exemplo, em casos de roubo ou acidentes o seguro cobre todas as despesas.

Porém, apesar disso, muitos ainda ficam em dúvida sobre o seguro de carro e como funciona o processo.

Afinal, existem diversos tipos de seguro com valores diferentes entre si.

No texto a seguir você vai entender como tudo funciona. Então fique atento e continue a leitura.

Entenda como é o seguro de carro

O seguro do seu veículo nada mais que é um contrato, que você mantém com a empresa do seguro. Então, caso ocorra algum acidente ou roubo, o seguro cobre todas as despesas.

Porém, isso pode variar de caso para caso. A apólice é o documento que garante os direitos do seguro, portanto é preciso ler de forma atenta.

Mas além disso, existe um outro termo que confunde e muito.

Abaixo você confere mais sobre o termo

Seguro do carro: o que é a franquia

Um termo que ouvimos de pessoas que precisam realizar consertos é a chamada Franquia do seguro. De forma simples, a franquia é um valor a ser pago caso ocorra um acidente em que a empresa do seguro precise atuar.

Porém, isso ocorre apenas em casos leves, em que não se tenha a perda total do seu carro.

Portanto, para consertos simples é preciso pagar esse valor.

O preço é diferente em cada caso, até mesmo o condutor do veículo é analisado.

No caso de perda total, a empresa de seguro não cobre a franquia, ficando todos os gastos sob sua responsabilidade. Porém, isso também serve para casos em que ocorram danos a veículos de outros. Isso se o seguro cobrir danos a veículos de terceiros.

Cálculo do valor do seguro

Muitos não pagam o seguro por conta do valor do seguro. Porém, ter isso ajuda e muito a evitar danos financeiros maiores.

Em primeiro lugar, o valor tem como base o preço total do veículo. Contudo, outros fatores são levados em consideração, como por exemplo se o veículo corre algum risco.

Assim sendo, para descobrir sobre essas questões, a seguradora possui diversos meios. Um dos principais é o uso de listas extensas de perguntas.

Todos os itens são analisados, desde o perfil do motorista, até o local onde o veículo fica estacionado.

Portanto, a empresa analisa essas questões e decide o valor correto.

Quando ligar para o seguro?

Por medo de pagar a franquia do veículo, muitos deixam de ligar para a empresa do seguro. Contudo, o ideal é ligar no momento exato do acidente ou roubo.

Caso o acidente seja uma batida, a polícia militar também deve ser acionada, e um Boletim de Ocorrência deve ser feito.

O passo seguinte deve ser ligar e enviar as provas do crime ou acidente, e esperar que a seguradora o ajude. O seguro busca proteger o dono e condutor de possíveis problemas como roubos e acidentes.

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário


*


*


Seja o primeiro a comentar!

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade